sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Bom dia


Ora, só uma perguntinha: nós, os pais, que não aderimos à greve {por vários motivos, aos quais voltarei no dia de hoje}, que fazemos às crianças? Damo-las para a adoção? Deposito-a numa qualquer central sindical? {mesmo não sendo sindicalizada}. Expliquem-me: o que faço?

4 comentários:

Na Província disse...

Vou sugerir outros título " Nós os pais que não somos funcionários públicos e por isso não aderimos à Greve......"

Isa disse...

Levas a rapariga contigo para o trabalho? ;) Realmente não é fácil...

'O DIÁRIO' por Mãe Solteira disse...

Ontem estive com o miúdo até bem tarde, muito mais tarde que a hora de deitar a acabar um trabalho que o professor exigiu para hoje (mas fez greve)

Aqui, a maioria dos miúdos anda pela cidade, tocam nas campainhas e fogem, dão pontapés nos caixotes do lixo e riem-se disso, arrancam flores dos jardins e atiram uns aos outros, inundam as esplanadas (felizmente está sol)...

O meu filho entrou agora no autocarro e vai para casa, felizmente há avós disponíveis e atentos, em alternativa ficaria comigo no trabalho, se nenhuma dessas soluções existisse seria mais um dos que andam ali na rua a fazer asneira.

Se bem conheço o meu filho, apoderar-se-à do sofá e irá pôr em dia todas as reportagens, filmes e séries de skate que tem em atraso

Isa disse...

Não esquecer os que são funcionários públicos e também não aderem (pelos mais variados motivos)!