quarta-feira, 23 de março de 2011

A (quase) todos os meus amigos e amigas

Obrigada. Estes últimos meses não foi fácil serem meus amigos, eu sei! Tenho essa consciência, mas quero agradecer a (quase) todos a paciência com que lidaram comigo. À minha tristeza responderam com sorrisos, com preocupação, com amizade, com carinho, com amor. Nunca nos (a mim e à MC) deixaram sozinhas, nunca nos deixaram sem apoio. Todos os dias ligaram, todos os dias quiseram saber dela, sim, que ela é o mais importante. Quando em Novembro falei de um baque, foi porque previ tudo isto. Não sou bruxa, não! Mas, sei bem o que está do outro lado e era tudo tão previsível que não foi difícil deduzir. Obrigada por tudo. Está quase a começar uma nova etapa, vai ser dura, não será a última, longe disso. Será a que vou precisar de mais força, será a que vamos precisar mais de vocês, a que vão saber bem os telefonemas nem que seja só "para deitar conversa fora". Até agora, estive quieta, mas chegou a hora de arregaçar as mangas e lutar, lutar por aquilo que está certo. O que diria a minha filha de mim daqui a uns anos se nada fizesse? Eu quero que ela continue a ter orgulho na mãe. Vou mostrar-lhe de que barro sou feita, de que barro somos feitas! As mulheres desta família não baixam os braços perante as dificuldades, lutam! Esta vai ser mais uma lição de vida que lhe vou dar. Eu vou lutar por ela, por nós, pela nossa paz, pela nossa tranquilidade, vou lutar até ao fim. Não me vou calar, não vou baixar os braços, não vou ceder, eu não vergo. Esta garra vem da minha trisavó, mulher guerreira e está aqui dentro de mim e dentro da MC, já se vê! Não suporta injustiça!
Mas, eu também tenho momentos de fraqueza, naqueles em que vejo que magoam a minha filha, aqueles em que não reconheço nada nem ninguém, aqueles em que cego e é nesses que preciso de vocês. Preciso dos meus amigos, do meu irmão e da minha mãe. Não queria deixar de agradecer tudo o que fizeram por nós até agora e que planeam continuar a fazer :) (acabei de receber um telefonema com mais um plano). Nós vamos precisar muito de vocês, nós precisamos muito da vossa amizade. Obrigada, continuem aqui, ok?

11 comentários:

Eu sou assim e assim sou eu disse...

Seja lá o que isso for, que nunca perca a força e a garra

Boa sorte :)

Não sei que diga disse...

Oi, sigo-te há muito,raramente deixo comentário, mas em poucos dias já deixei alguns.Costumas dizer que não te percebemos e tens razão, mas apens porque tu só nos deixas perceber aquilo que queres e fazes bem. Mas hoje dá para perceber que a ferida é grande, que tem a ver com o teu casamento e com o teu bem mais precioso, a tua filha, e nessas alturas nós conseguimos nos transformar naquilo que deviamos ser sempre mas que apenas fazemos por eles, viramos leoas. E é isso que tu vais ser para conseguir ultrapassar o que te está a atormentar.
Se não quizeres publicar o meu comentário eu não me importo, vou continuar sempre por aqui.
Beijo.

susie disse...

A amizade virtual também conta?
Se sim, então tens aqui mais uma para te apoiar.
Beijinho mulher de garra!

Mónica disse...

Muita força e um beijinho *

Roxanne disse...

não me insiro na categoria das amigas, mas que podes contar comigo (nem que seja apenas para apoio moral) isso podes, podes mesmo!

gosto de mulheres assim. que não se ficam, que arregaçam as mangas e vão à luta com tudo!

E que consigam ser humanas, mesmo que isso signifique que possa haver dias mais complicados!

PinkEmotions disse...

É para isso que os amigos servem. Posso não fazer parte desses amigos porque nem nos conhecemos, mas se precisares de algo e eu puder ajudar, não hesites ;)

Manias de Gold disse...

Aquilo que me faz seguir o seu blog e adorar é a sua força! Não desilude. :)

Isabel disse...

Sempre com garra, mesmo quando te sentes quebrar.
Bons amigos são difíceis de encontrar, se os teu são presentes e se preocupam contigo já és uma pessoa com sorte. O resto depende de ti. FELICIDADES

Miss Monroe disse...

Os amigos conseguem ser o nosso porto de abrigo mais forte!

Maria. disse...

Independentemente do ou dos problemas que a atormentam muita força para si (e para a sua filha) :)

Agri Doce disse...

Para o que der e vier..boa luta!