domingo, 26 de setembro de 2010

Podia ter sido eu a escrever isto:

"(...) porque quando um homem nos abana as estruturas não há nada que nos demova de o descobrir, de o querer para nós, de querer o olhar dele em nós, de o querermos viciar na nossa presença...porque nós já estamos viciadas na dele, pelo ópio do seu olhar, das suas mãos...".

Sara Maria - A rapariga que matou o coração

7 comentários:

Miguel disse...

O vicio é uma coisa boa?
Estar dependente é bom?

Não é assim que vejo o amor...

Este Blogue precisa de um nome disse...

Olé Miguel voltaste? Já sentia falta dos teus comentários :)

"abalar as estruturas" ainda não é amor. Pode vir a ser, mas não é. É paixão, atracção é aquele nó no peito, é a barriga gelada. Pode vir a ser amor, mas ainda não o é :)

Beijo

Miguel disse...

:)

Sentias nada, sua tola!!!

Venho de vez em quando mas não tenho comentado...

Beijinho

Este Blogue precisa de um nome disse...

:D

Eu tenho tão poucos leitores homens que tenho que dizer estas coisas, senão perco-vos.

Beijo ;)

Miguel disse...

Já me tinha queixado disso...

É só mulherio aqui a comentar e a coisa fica muito desequilibrada!

:p

migalhinha disse...

Mas será que hoje só leio coisas com as quais me identifico? :)

Adorei

Beijinhos e continuação

P,S,; permissão para utilizar..?

Este Blogue precisa de um nome disse...

Migalhinha olá

Eu não posso dar-te permissão para usares um texto que não é meu. Se clicares em cima do post vais dar a um blogue fantástico: "A rapariga que matou o coração", tens que pedir à Sara se o podes utilizar. Eu usei o texto com a autorização dela.

Beijo