quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Pergunta número 4

Hoje enquanto lia a Miss Glitering no às nove no meu blog, lembrei-me do caso de um amiga que já aqui vos falei que se apaixonou por um gay. E uma vez mais dei comigo a pensar o que me questiono há anos: porque é que tantos heteros se tornam gays? Em contrapartida não tenho conhecimento que algum gay se tenha tornado hetero.

19 comentários:

Miguel disse...

É o Amor, Rita, sempre o Amor...

Aqui que ninguem nos ouve... palpitei bem ou mal?

Teea disse...

Por acaso eu conheço um homem que era gay e depois se tornou hetero, começou a namorar uma menina e tal.

Rita disse...

Eu acho que é porque todos os rapazes são criados como hetero e só mais tarde descobrem que são gays.

Descobrindo que é gay, é gay e pronto.

Este Blogue precisa de um nome disse...

Palpitaste mal...

Em relação ao primeiro post era um emprego e o segundo apeteceu-me porque vi aquela mensagem e lembrei-me que é uma coisa que gosto muito...

;) Toma lá que não tens sempre razão mimimi.... :D

Este Blogue precisa de um nome disse...

Oh Teea tu conta-me isso direito, pelo amor da Santa... nunca vi tal...aliás sempre ouvi dizer que depois de experimentarem não querem outra ;) Tu conta rapariga, tu conta...

Miguel disse...

Realmente, também é o primeiro caso que oiço falar assim...

Olha, Rita, fiquei ligeiramente desiludido... Por outro lado, confesso, gostei bastante.
Adoro quando não tenho razão... e é tão raro isso acontecer...

:))))))))))))))))))))))))))))))))))

Acho muito mal eu ser o unico "gaijo" a vir aqui "palpitar" regularmente! Tens de fazer qualquer coisa para mudar isso...

Jojozinha disse...

olha eu não sei, mas provavelmente porque o "normal" é ser hetero e só mais tarde é que há "liberdade" de escolha...como a Rita disse ;)

Anónimo disse...

Para mim a miss glitering perdeu qualquer réstia de credibilidade ao dirigir-se da forma como se dirigiu à Kitty Fane. Atitudes assim são vindas ou de miúdas de 15 anos ou de gente muito mal formada. Como não gosto de nenhum dos dois tipos deixei de ler o blog. O que lamento.

Clara

Brandie disse...

Eles não se tornam gays, eles são gays há muito mas não sabiam ou queriam esquecer:P

Raquel disse...

A mim parece me que os hetero que se tornaram gay, já eram gays só que não o quiserem admitir. E até tentaram ter relações hetero, mas deixaram de conseguir continuar a viver uma mentira.
Mas conheço uma mulher gay que sempre namorou com mulheres e acabou por casar com um homem. Segundo ela continua a sentir se atraída por mulheres e o marido sabe. Pronto, não consigo explicar o fenómeno.

Bjs

Este Blogue precisa de um nome disse...

Olá Clara boa noite

Antes do mais deixe-me dizer-lhe que não sabemos da missa a metade, logo não podemos julgar sem saber da história toda. Pode haver coisas que desconhecemos por completo que tenha despoletado toda esta situação.
Se há uma coisa que aprendi na vida é que não podemos tomar partido de A ou B sem saber a história toda.
Eu gosto imenso da Miss Glitering e acho que quem a lê sente que ela não é má pessoa. Não gosto que venham cá dizer mal de outros bloggers, sejam eles quem forem. Digo-lhe que há alguns que não gosto e não vou ao blogue deles dizer mal, nem gostaria que o viessem cá fazer. É de mau tom, entende? Eu vou deixar este seu comentário, porque tenho certeza que a Miss Glitering não vai levar a mal. Tenho certeza que tem poder de encaixe para este género de críticas. A Clara não foi mal educada, nem incivilizada. Vou deixá-lo ficar, mas não vou publicar mais nada dentro deste género. Não me leve a mal, só não quero ;)

Obrigada por vir cá ler todos estes disparates que escrevo ;)
Beijo

Anónimo disse...

Peço então desculpa por ter dito isto no seu blog, Rita. Mas como na altura falou do assunto e até deu pistas de quem seriam as envolvidas, achei que não tivesse um problema com isso. Mas compreendo e aceito, claro. Também gostava imenso de a ler até à tal situação. Não a julguei enquanto pessoa (que não conheço e mesmo que conhecesse não teria moral para isso) julguei enquanto bloguer que tem um espaço aberto à leitura de todos. Também não me parece de bom tom escusar a situação com coisas que possivelmente não sabemos. Enfim, são aquelas coisas que não interessam nem ao menino Jesus.

Continue Rita, que a si gosto imenso de a ler.

Clara

Este Blogue precisa de um nome disse...

Oh Clara

Se bem se lembra escrevi o post a título de piada. Apartir do momento que alguém se lembrou de vir para aqui dizer que eu estava feliz com a pega das três bloguers apaguei o post todo. Eu achei graça e até disse que achava, repito achava que a razão estava do lado de uma. Mas isso não quer dizer que tenha escrito aquele post de forma malcriada ou para atacar alguém... Mas é como diz, essas coisas não interessam nada ;)

Beijo

Este Blogue precisa de um nome disse...

Há mais uma coisa, que a propósito deste assunto gostaria de deixar clara: há muita gente aqui na blogosfera e tudo o que aqui é deixado/ escrito é lido por centenas de pessoas (tenho cerca de setecentas e tal visitas por dia) isso despoleta mau estar na blogosfera. Não vou ser hipocria e dizer que nunca disse a alguém o que acho de determinados bloggers mas nunca aqui o escrevi. É diferente falar com uma pessoa ou "falar" com centenas. O impacto é diferente. E às vezes penso: isto é para nos divertirmos e parece que anda meio mundo a tentar lixar outro meio. Paz e Amor ;)

Anónimo disse...

Bom, nesse caso não sei do que estou a falar porque o único post seu que vi sobre o assunto fazia apenas uma pequena referência à tal suposta "guerra". Penso que a Rita usou mesmo esta expressão. Uma vez mais as minhas desculpas, não tive intenção de destabilizar o seu blog.

Clara.

Este Blogue precisa de um nome disse...

Oh Clara que disparate, não destabliza nada. Tenho o blogue mesmo para isto, para trocar ideias. A Clara é civilizada não veio para aqui insultar nunguém está a ser educada. Pelo amor de Deus é muito bem vinda :) SE quiser enviar-me um email tenho todo o gosto em "conversar" consigo. vestidinhosecalcoezinhos@gmail.com envie-me um email. Até vou procurar esse post, mas acho que não falei em guerra ;) Vou ver.

Até já beijo

Este Blogue precisa de um nome disse...

Era tal como pensei, aliás pode ver no google reader o post dizia só : "Só dá para rir o que se está a passar na blogosfera.

Até tinha uma palavra a dizer, mas esta luta não é minha. Acho que há quem tenha razão".

Reservo-me é o direito de não lhe explicar porque me estava a rir. Não disse nada de especial. Aliás eu só apaguei o post, porque um ou dois anónimos vieram para aqui dizer que eu estava feliz por se terem pegado blá blá. Tudo mentira. Aliás ninguém sabe porque me ria.

Só isso ;)

pintas* disse...

Cada vez mais me convenço que o problema somos nós, mulheres.

Só os vejo fugir, mas nenhum volta.
lool

Rita Moura disse...

Não conheço nenhum caso ; ) ***