quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

é de mim ou os senhores do pingo doce, agora, têm a mania que são uma mercearia?

não se aguenta.
quem lê este blogue sabe o quanto antipatizo com este supermercado. desde aquela história dos pagamentos dos 20 euros nunca mais lá fui com a frequência que ia. sim, eu não esqueço as coisas. acho um supermercado de merda, um supermercado pretensioso. mil vezes um lidl ou um minipreço, àquela merda. o lidl e o minipreço são supermercados baratos e assumem-se como tal; o pingo doce é aquilo: faz promoções, tem uns preços enganadores como o raio, mas depois na imagem é todo xpto. detesto o supermercado, não gosto do atendimento e até os clientes me irritam. como entro ali de má vontade {encontre eu, fita dentária como a deles e um detergente com aquele cheiro e nunca mais me vêem por lá} começo a reparar em coisas que não reparo nos outros, porque entro com outro espírito. outro dia na fila fiquei cega: há uma mania que os portugueses têm que me irrita solenemente: quererem que seja a empregada a pôr-lhes as compras no saco. vocês explicam-me como se eu fosse muito estúpida, porque é que não podem ser os clientes a fazê-lo? a fila anda muito mais rápido e a desgraçada que está ali na caixa poderia trabalhar menos. [outro dia assisti a uma cena caricata: uma família de 4 bichos, ai desculpem de 4 pessoas todos encostados ao carrinho das compras e a empregada a pôr nos sacos as compras suficientes para alimentar uma aldeia inteira durante 15 dias. é uma falta de tudo, mas sobretudo uma falta de respeito pelo próximo. abotem o olhinho nos nórdicos que até o código de barras põem para a frente: ganham tempo e poupam trabalho a quem está a ali a prestar-nos um serviço. não são escravos, nem nossos criados: estão a prestar-nos um serviço.] mas voltando ao assunto pingo doce: ora, agora além de estarem ali com os salamaleques todos, vão ao carrinho pôr os sacos que tiveram a amabilidade de irem enchendo, enquanto o clientes os coçava e cúmulo dos cúmulos: pedem ao segurança para levarem o carrinho ao carro do cliente. esta merda toda é para o lado que melhor durmo, porque com a graça de deus tenho dois bracinhos e duas pernas e posso bem lombar com as compras [também é só a fita dentária e o detergente], mas aquele senhor também tinha. o tempo que perco naquela porra é que me lixa a cabeça. digam aí uma fita dentária de jeito para eu deixar de ir lá para todo o sempre. confundir o conceito de supermercado com o de uma mercearia é de loucos.

4 comentários:

melisand disse...

Olá,

A mim também acontece isso e eu nem me importo de colocar no saco mas acho que eles têm ordens para colocar as compras nos sacos.
Aliás nem entendo muito bem porquê pois no PD os sacos são pagos...

Simplesmente eu disse...

A da marca do LIDL é igualmente boa, na minha perspectiva. :)

Este Blogue precisa de um nome disse...

Simplesmente eu:

Vou experimentar :-) a última vez que fui ao PD comprei tantos metros de fita que tão cedo não volto a lá pôr os "cotos". tenho a impressão, mas pode ser desconhecimento que no Lidl só há fio dentário e isso não uso: tenho umas gengivas de merda que sagram ao mínimo toque :-) mas, vou entrar em campo :-)

Este Blogue precisa de um nome disse...

obrigada pela dica :-)