sexta-feira, 25 de outubro de 2013

A metáfora perfeita


O amor que eu procuro é o amor da torrada queimada. Ora vamos lá explicar isto: procuro alguém pelo qual eu coma a torrada que queimou e que ele o faça por mim, também.
Para já, só sou capaz de o fazer pela minha filha.

8 comentários:

Ser disse...

f o d a - s e é TÃO TÃO isto!

Vicky Buongiorno Principessa disse...

Nunca tinha pensado nisto desta forma mas de facto...lol

Silvia de Oliveira disse...

Um amor assim só pela minha filha ;)

Isa disse...

Verdade!! :)

Marta Martins disse...

olá, gosto muito de cheiro e de pele mas o sentido do post era outro por
isso deixei essa parte de fora. obrigada pela inspiração .uma noite
feliz,beijo.

sandra disse...

Porque é que eu adoro tanto o seu blogue? Adoro ficar por aqui. obrigada*

Este Blogue precisa de um nome disse...

Oh, Sandra :-)

Obrigada :-)

Beijo

Garruk Falabravo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=0vqgdSsfqPs