sexta-feira, 7 de junho de 2013

Ainda a propósito do post das línguas


Quando fiz a pergunta, já a decisão tinha sido tomada. Aliás, a decisão foi tomada há uma semana, pela própria MC. Ela é uma menina muito sensata e quando me fez a pergunta há uns meses atrás, eu respondi:
 
- Oh MC, tu vai para espanhol que é muito mais fácil e isso vai ajudar-te na média!
{dois segundos depois já estava arrependida da resposta que tinha dado. Então eu como mãe, mando-a ir pelo caminho mais fácil. Que imbecilidade!}
- Oh mãe, mas não é a mãe que está sempre a dizer que o caminho mais fácil nem sempre é o mais acertado? E francês é mais difícil, sim, mas eu acho que é para lá que vou. É que eu, num curso de Verão aprendo o espanhol e o francês, não. Vou mesmo para francês.
 
E eu que sou uma mãe babada, fiquei orgulhosa da decisão e apoiei-a. Daqui a um ano ou dois há-de aprender espanhol num curso de Verão ou num curso intensivo. Agora, vai aprender uma das mais românticas línguas do mundo, logo a seguir ao italiano.
 
Muito obrigada pelas vossas opiniões, foi enriquecedor e mal tenha oportunidade vou mostrá-las à MC.

3 comentários:

L. Oliveira disse...

Muito boa escolha!

Maria disse...

Uma boa escolha :)
A minha mais velha começou com o inglês e, um pouco depois, juntou-lhe o francês (1º em cursos de Verão na Aliance e depois na escola), no secundário não houve quem a quisesse acompanhar no francês e aí surgiu então o espanhol. Vai havendo espaço para tudo, o importante é que eles gostem :)

Tixa disse...

Olá!
Eu leio o seu blogue há alguns anos, mas nunca comentei.
Penso que a MC fez a escolha certa. O Francês é muito mais difícil que o Espanhol, mas tem outras vantagens. Actualmente, quando escolhemos estudar uma determinada língua temos de pensar no mercado de trabalho. Desta forma, o Inglês será a língua em que mais devemos investir e a seguir aconselho o Francês, visto que há muitos países na Europa que têm o Francês como língua. O Espanhol também é importante para o mercado de trabalho, principalmente se quisermos atravessar o oceano, mas nós portugueses sem o estudarmos já o conseguimos perceber, por isso ela aprenderá o Espanhol facilmente num curso de Verão. O Francês precisa de mais tempo e mais dedicação, é melhor começar a estudá-lo desde cedo.
Eu pertenço a uma geração onde o Francês foi esquecido e fomos talhados apenas para dominar o inglês. Porém, actualmente o mercado de trabalho no Reino Unido começa a estar sobre-lotado e não há assim tantos países europeus a falar e a dominar o Inglês. Tenho amigos meus que toda a vida estudaram inglês e agora andam a fazer cursos intensivos de Francês para conseguirem abrir outras portas. Eu aprendi o Francês pequena e nunca estudei Espanhol, mas consigo compreende-lo quase na perfeição. Na universidade cheguei a estudar por livros em Espanhol sem ter dificuldades.
Assim, por experiência própria, apesar de não ser muita, eu penso que ela fez a escolha certa. :)