quinta-feira, 22 de março de 2012

Já não sei se é só impressão...

Achava que o que fazias e o que via nos teus actos era impressão minha. Depois confirmei que a tal atracção física que eu sentia estava adormecida, mas que no dia em que te vi e não te reconheci, voltou tudo igualzinho.
Ontem ficaste doente. E quem é que decidiste chamar? Oh pá, assim não dá. Vamos voltar ao ponto de há um ano e meio, em que decidi afastar-me?

1 comentário:

Ecos da Alma disse...

heheeh o que tem que ser, tem muita força!