quinta-feira, 30 de junho de 2011

A minha heroína: a minha filha

A sua maturidade, a responsabilidade, a bondade, a amizade que tem a quem a rodeia, o pêlo na venta, a coragem que está a aprender a ter (custou, mas aos poucos chega lá), fazem-me dizer: quando for grande, quero ser como ela!

4 comentários:

Roxanne disse...

ha crianças que sao assim, simplesmente brilhantes! parabens!

Porque um dia me perdi... disse...

coisa maravilhosa de ler...é certamente um reflexo da mae...

Preta Rosa-Velho disse...

Que delicia Rita, és uma super mãe. Beijinhos.:)

Paula NoGuerra disse...

Então só te posso dizer que estás de parabéns, e a tua filhoata tb of course ;D