quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A quem me pede conselhos

Meninas:

Lamento não vos poder ajudar, mas não dou conta da minha vida amorosa que fará da dos outros. Não há receitas infalíveis, se as houvesse estava rica e feliz; há a luta, o não desistir, o seguir sempre o coração.
Ontem disse isto a uma amiga: Segue sempre o teu coração... não deixes nada por dizer, não deixes nada por fazer... disso vais arrepender-te...não forces o coração a sentir o que ele não sente.
E depois quando se vê que chegou ao fim, temos que nos dar o direito de: estar tristes, de chorar, de falar até esgotar o assunto, de vivermos essa parte má com a mesma intensidade com que vivemos a boa.

6 comentários:

Crente disse...

E é essa a receita. A dor também faz parte...

Sara* disse...

Todas as pessoas são diferentes, e a receita certa duma, não tem necessáriamente de ser a correcta para outra.
Beijinhos

mi disse...

ora nem mais :) :)***

Marta disse...

Gostei :)

Verduxa disse...

Também sou da opinião que devemos viver a "parte boa", depois... se "a má" surgir, cá estaremos para a aguentar e a ultrapassar... Mas, quando estou na "parte má", penso que nunca mais quero viver "a boa", se a seguir, inevitavelmente, vem a má...

Rita disse...

Nunca deixar de acreditar, nunca desistir e nunca deixar nada por dizer. *