quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Outro dia perguntaram-me quais são as coisas que adoro. Pois aqui vai:

(este post já foi publicado há muito, só o reescrevi)

- A minha filha;
- a minha família, meio maluquinha mas adoro;
- os meus amigos e os filhos dos meus amigos;
- praia, sou louca por praia;
- o sol, a luz do sol;
- o calor (que não seja em excesso senão também não aguento);
- andar descalça na relva e na areia;
- beijos na boca;
- massagens;
- a pele morena do sol;
- o cheiro da praia nela;
- dormir, adoro dormir;
- o cheiro da minha filha;
- um bom vinho tinto, bebido em boa companhia, mas se fôr sozinha também não tem problema nenhum;
- uma tábua de queijos;
- peixe, todo o peixe excluindo o peixe espada.
- marisco - todo e qualquer género;
- fruta, tropical de preferência;
- ler;
- escrever;
- caminhar sozinha com o meu ipod no máximo, de preferência na "MINHA" praia;
- simplesmente olhar para a minha filha;
- cantar com ela aos gritos dentro do carro;
- adoro música brasileira;
- vêr o "céu comer o sol" com ela, as duas sentadas no capot da minha carrinha;
- dançar;
- ficar horas à mesa a seguir ao jantar;
- cremes, de me besuntar neles, herdei isto da minha mãe e da minhã avó.
- de compras, sou vidrada em compras;
- adoro chorar e adoro rir quando vejo um filme;
- adoro emocionar-me;
- adoro rir à gargalhada e adoro aquele riso sem motivo, aquele mesmo pateta;
- adoro o lugar onde vivo, não me imagino a viver em outro sitio;
- adoro o cheio da maresia que invade a minha terra nas noites em que a maré está baixa;
- adoro o som do farol nas noites de nevoeiro;
- adoro as manhãs de nevoeiro;
- adoro estar na praia e começar uma chuva miudinha;
- adoro o silêncio e adoro o barulho;
- adoro conversar;
- adoro a côr e a ausência dela;
- adoro ter o privilégio de ver a minha filha crescer;
- adoro o meu lugar no mundo sozinha ou acompanhada;
- adoro sentir o vento na cara;
- adoro estar à lareira ou mergulhada no mar da mesma forma e com a mesma força...acho que adorar, adorar...adoro viver. Embora por vezes tenha pouca consciência disso...

2 comentários:

Sofia disse...

E eu adoro ler-te assim:)

Crente disse...

Apaixonada pela vida :)
Muito bem!