quinta-feira, 10 de setembro de 2009

E para terminar o assunto férias...

A Ilha de Formentera é uma ilha quase selvagem. As praias são muito bonitas, a água verde e azul. Muitos peixes. Um calor desesperante, só se aguenta dentro do mar. Italianos por todo o lado, mas ao contrário do que julgava silenciosos (pelo menos os que estavam ao meu lado na praia). Todos os dias quando entrava em qualquer lado me tomavam por italiana, quando dizia que era portuguesa estranhavam. A MC com o seu cabelo branco do sol fez furor!!!

O nudismo não me fez confusão nenhuma. E eu que já levava um discurso preparado para o explicar à MC, não tive necessidade nenhuma. Encarou tudo com imensa naturalidade. Claro que houve rabos que nos fizeram rir, mas tudo com inocência.
Confirmei aquilo que sempre achei, não há nada mais inestético que um homem nu. Aquilo ali a abanar... bem, horrível!!!! Se vi duas pessoas bem feitas a fazerem nudismo foi muito... era uma exposição de corpos velhos, enrugados, cheios de gordura, de peles que se expunham ao sol conforme vieram ao mundo!!! Mas, incrivelmente não me chocaram! Fizeram foi uma vez mais questionar-me sobre qual a necessidade de fazerem aquilo.
Um dos episódios que mais vontade deu de me rir, foi um homem aí com uns cinquenta anos, mas que já parece ter 80, nu a entrar na praia do Pirata de Catamaran. Ele na proa... sem comentários! Parecia um conquistador!!
Vim assim já para o chocolate!! Muito bronzeada mesmo! Sempre com factor 30, mas não dava para não tostar! E atenção que quase nunca estive deitada ao sol! Como já disse o calor era tanto que só dentro de água, mas como sabem dentro do mar ainda bronzeia mais.
E foram assim as férias! Nem todos os dias estive bem disposta, mas o meu estado de espírito não é o melhor e quando assim é, funciona como uma constipação, vai connosco para todo o lado! Não consegui desligar totalmente dos problemas que aqui me esperavam, sobretudo não ter emprego.
Li um livro nos dois primeiros dias que me lavou a alma. Era uma história de amor tão emocionante, fez-me chorar tanto que me acalmou nos dias seguintes!
Agora é arranjar forças para ir à luta...

12 comentários:

Miss Kitty disse...

Hummmm adorava lá ir!;)

BJS*

B! disse...

Que inveja! Ao ler o teu post já me estava a imaginar nessa ilha!

beijinhos

Su disse...

Oh qual é o livro? Também quero ler :)

CF disse...

Já ia de férias outra vez :) E agora a ler as tuas, aiiii...

Lisa disse...

Ja somos duas... esta luta diaria de arranjar emprego não é facil, mas tenho a certeza que se não desistirmos mais dia menos dia vamos conseguir. Pode não ser o que desejamos, mas isso com o tempo tambem se pode resolver.

Gostei da descrição da ilha e das fotos que vi. Deu vontade de ir aí uns diazitos.

Quanto ao facto de não teres de explicar a tua filhota o que era nudismo, não me supreende... A minha filhota tem 9anos e por vezes sai-se com cada uma que eu fico a olhar para ela. Penso que elas conseguem assimilar muita mais informação e mais rapidamente que nós com a idade delas e por isso aquilo que para nós podera parecer complicado aos olhos delas, para elas é simples.

Bjokitas

Este Blogue precisa de um nome disse...

Su

O livro é "Lição de Tango" da Sveva Casati Modignani uma autora italiana muito conhecida!

Beijo

S* disse...

Nao tenho ido à praia e fico logo com aquele arzinho deslavado. Bah

Nudismo? Não me importo nadinha. Não me importo que andem nus. Eu é que é mais chato. ahahah

Mary disse...

que vontade que dá so de ouvir falar=) adorava lá ir...

agora quanto ao emprego: tens que lutar muito e nunca desistir...boa sorte =)

kiss kiss

Saltos Altos Vermelhos disse...

bem, eu ainda nem sequer tive férias férias! Aguardo-as ansiosamente em novembro :D e os problemas? esquece, tudo se resolve :D

Miguel disse...

Sem duvida um lugar a considerar.

Se isso são o tipo de mulheres que há na ilha, melhor ainda... a paisagem, claro!

Pois, custa vir do paraiso para a dura realidade. Espero que tudo se componha e que limpes depressa a alma. Já deu para perceber - só agora percebi isso - que o coração se cura mais depressa que a alma.

Mantem a calma porque não chove sempre. E aquela coisa da roupa que falavas? Desististe disso?

Montana disse...

Ia já para Formentera. É que eu já há uma data de anos que não tenho férias de verão e ando mesmo a precisar. Claro que ao morar junto á praia aproveito os dias de descanso para ir até lá, mas aquela coisa de férias de verão com muita praia, piscina, esplanada, jantares até ás tantas, sinto mesmo a falta.

Montana disse...

Espero que encontres trabalho breve. Já reparei que gostas de moda, já tentaste esse ramo?
Ah, eu tenho o livro que falas,aliás acho que tenho quase todos os livros dela. Gostei e muito. Beijinhos