sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Imagem retirada daqui

Só para ti B.
Hoje quando me acordaste com a novidade, fiquei feliz por ti, mas não me surpreendeste. Aquando da tua chegada das férias, contaste-me a história e eu sabia que tudo ia ser assim, não me perguntes porquê. É sempre a minha intuição, sempre... As histórias de amor começam assim: de forma simples. E a tua é do mais simples que há: duas pessoas a dividirem um alperce.
Estás assustada eu sei. A vida prega-nos estas partidas e não vale a pena fugirmos, são tal e qual uma constipação, para onde nós vamos ela acompanha-nos. Acredita que aquilo que nos dá mais medo é também aquilo que nos dá mais prazer. Atira-te, salta, não olhes para trás. Não sendo uma verdade absoluta, o mais provável é que não volte a acontecer com esta intensidade. E eu estou aqui sempre para ouvir os teus medos, está bem amiga?

4 comentários:

R* disse...

Adoro romances. E é verdade, as mais belas historias de amor começam assim, com os actos mais banais, mas tão especiais...

Hyndra disse...

Tão positivas as tuas palavras. É esse o papel dos amigos...dar coragem, acima de tudo.

susie disse...

a tua amiga tem muita sorte por te ter na vida dela e por estar a viver uma historia de amor....

bfs

Paula disse...

É assim mesmo que é uma amiga: uma pessoa cheia de força que dá fé à pessoa(s) de quem gosta e respeita!

Beijocas doces***