segunda-feira, 30 de agosto de 2010

E eu sou a amiga maluquinha que diz:
- Atira-te. Vai. Porque não te metes num avião e encontram-se em Paris? Já imaginaste? Vai B. atira-te de cabeça e saboreia tudo a que tens direito, se depois vieres em cacos eu estou aqui. Mas não deixes de viver isto. Depois cá nos arranjamos.

7 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

~e porque não?

Este Blogue precisa de um nome disse...

Porque a vida não é tão simples, SAV. Porque eu conto aqui episódios da história, não a história inteira...


Beijos para ti e para a Sabrinas :)

Z disse...

Também pensava assim...até me ter atirado, vivido os dias mais felizes da minha vida, para agora estar em cacos.
Não sei se o sofrimento compensa. Não sei se volto a arriscar!

Chisca disse...

Penso exactamente assim :-)...Muah

susie disse...

Era tão bom se fosse assim tão simples, não era????

Paula disse...

A vida é para ser vivida assim: AOS EXTREMOS... sabe diciosamente bem!
DO IT!!!

Lita disse...

vai, sim!!! Vai!! a vida é para viver em grande, nem que para tal se tenha que sofrer... a vida vale pelas suas loucuras e não pela anestesia de sentidos!

VOA!!! :))