quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Há coisas que me tiram do sério. Pronto irritam-me, que fazer?
Nunca entro num certo e determinado número de lojas, assim a atirar para o dizemos-que-temos-muita-qualidade-e-fazemos-o-cliente-pagar-por-isso. Assim lojas como uma que começa por "S" e que lá pelo meio têm dois "O´s" ou uma espanhola composta por duas palavras em que a última é Dutti. Não suporto aquele ar direitinho da loja, das empregadas, aquele ambiente quase intocável. Que fazer? Será que tenho uma costela cigana que faz com que só me sinta bem em sítios, tipo feira? Acho aquelas lojas pretensiosas, não têm um ambiente descontraído. Entramos lá e não nos apetece tocar em nada. Sim, porque eu antes de comprar tenho que tocar, que experimentar. Lá sentimo-nos observadas e sempre a perguntarem: "Precisa de ajuda?". Deus me livre, Oh menina se eu precisar de ajuda peço, capisce?
Só entro nessas lojas a acompanhar alguém que vá lá fazer compras. Pois, tenho amigas que gostam daquilo que lá se vende. Parece impossível, mas é verdade. Tudo da mesma côr, com as mesmas rendas, aqueles blazers que não se aguentam com um corte de camafeu, uns acabamentos de fugir (isto dito por quem entende da coisa), os tecidos e as malhas não primam pela qualidade e aquele "ar pipi" que só uma rapariga alinhada consegue vestir. Aquilo para mim não dá. Sou desalinhada por natureza e tudo aquilo mexe-me com os nervos. Faz-me uma certa espécie.
Mas há uma outra coisa que talvez seja o que mais me irrita: trazerem os sacos à porta, acompanhado de um sorriso forçado que dá dó. É que ninguém sofre de reumático. Pelo amor à Santa, deixem-se lá de coisas. Mais valia aviarem as filas que por vezes, há nas caixas de pagamento e deixarem-se de paneleirices.

9 comentários:

Filipa disse...

:( Eu penso exactamente o contrário... Gosto imenso da Massimo Dutti.

Beijocas!

Este Blogue precisa de um nome disse...

Filipa

E ainda bem que gostas. Eu sei que há imensa gente que adora. Por isso as filas nas caixas, não é? ;)

Eu pessoalmente não gosto. Mas por exemplo adoro a Zara se calhar tu não. O motor do mundo reside aí mesmo, na diferença!
Beijo

Filipa disse...

Também gosto da Zara (mas depende um pouco dos dias e das lojas) ;) Misturo coisas das duas lojas, para não tornar o estilo tão "certinho". Relativamente à Sacoor, partilho da tua opinião. Mas infelizmente tenho que usar fato/roupa clássica para trabalhar, e lá consigo encontrar alguns que vou gostando (dentro da seca que é usar fato!).

Claudia disse...

Acho a Massimo Dutti um "must"! E o atendimento também.

Luh disse...

Ora longa vida à Zara H&M e afins :P

*C*inderela disse...

Às vezes pagasse mais pela marca do que pela qualidade. Adoro roupa de marca espanhola, mas nem é tanto a massimo dutti, gosto mais da cortefiel ou mango (esta ultima mais em conta e dura igualmente bastante).

Patricia Alexandre disse...

mais outra coisa em comum lol
concordo e assino por baixo
bacci ;)

saltos altos vermelhos disse...

da loja em si até gosto, mas as empregadas por vezes acham que têm o rei na barriga!

Sara * disse...

Eu trabalho na Sacoor. No entanto, não tenho uma única peça de roupa de lá, simplesmente porque não me identifico. Tenho 19 anos, talvez seja por isso. E tal como você faço todas as minhas compras na Zara, Berska, H&M e etcs. Uso fato como farda e gosto :) Sou simples e não tenho o rei na barriga. Sou simpática, gosto de atender, de ajudar. Faz parte da ética perguntar aos meus clientes se precisam de ajuda, se posso ajudar em alguma coisa, se estão a par das nossas campanhas. É obrigatório, faz parte. É um tipo de loja no qual o atendimento é mais personalizado do que nas lojas que mais frequentamos. E há pessoas que gostam. Gostam de ser acompanhadas na compra, gostam de ouvir a opinião de outra pessoa. Na loja onde trabalho, só acompanhamos os nossos clientes à porta quando por lapso nosso os alarmes não são retirados e o alarme apita quando vão a sair. É uma maneira de pedirmos desculpa. Mesmo assim, é raro. (Ás vezes existem peças que têm 2 alarmes e só é retirado um).

Era só isto. :) gostei do blog.